"BACK TO THE ROOTS"

A música sempre teve seus encantos, gostos, fases, momentos em todo o tempo. Conforme os anos ela foi mudando, algumas vezes originalmente e algumas vezes desenvolvida por outros estilos e expressões artisticas. Aqui quero mostrar um pouco dessas mudanças e "Linha do Tempo" Musical.

Passando pela Vila !


Lembrando que cada nome de compositores que cito, terá um link pra wikipedia ou outra fonte interessante pra quem quiser saber mais, e toda música citada também é um link do Youtube, se essa música existe lá Claro.



Ontem falei um pouco sobre o Samba, bom como disse, fiz uma pequena introdução ao Samba. E pensando na mesma linha, que tinha falado do samba como música para carnaval e junto vieram as marchas de carnaval também, indo nessa mesma linha quero falar sobre uma pessoa em especial. Um que foi super importante na história da música brasileira, um gênio do Samba e marchas, um gênio da música, compôs mais de 250 canções, obteve varios sucessos, morreu de tuberculose aos 26 anos, teve vida curta e um queixo pequeno por dificuldade no parto.



Dia 11 de Dezembro de 1910, nascido de um parto difícil, onde a forcéps lhe causou um afundamento na mandíbula. Cresceu em Vila Isabel, aprendeu bandolin, violão onde jovem tocou com alguns grupos como Bando de Tangarás, ao lado de João de Barro (o Braguinha), Almirante, Alvinho e Henrique Brito. Já jovem tornou-se uma figura conhecida da Boêmia carioca. Entrou para faculdade de medicina mas desistiu cedo, como diria um critico: "O Brasil perdeu um péssimo médico e ganhou um gênio da Música.".
Noel revolucionou a poética da nossa música, que ainda vinha pobre em poesias, usou preferencialmente o Samba em suas obras e deixou, em apenas 7 anos de atividade, mais de 250 composições, das quais 60% são Sambas.



Em 1930 Noel lança seu 1º sucesso, "Com que roupa", já havia composto outras canções antes, mas essa foi o primeiro sucesso, canção bem humorada que inspirou comerciais, paródias, charges, crônicas e até ajudou a fixar a expressão "com que roupa" como dito popular. Mas como toda boa música, tem que ter seus boatos e fofocas. Tudo indica que Noel não acreditava nessa música, tanto que a deixou inédita por 1 ano e vendeu os direitos pela quantia de 180 mil-réis. Segundo seus biógrafos, João Maximo e Carlos Didier, Noel confessou a um tio que "Com que roupa" retratava de forma metafórica o Brasil - "um Brasil de tanga, pobre e maltrapilho".
Dentre outras canções de éxito de Noel, estão as marchas "A.E.I.O.U", "As Pastorinhas", "Pierrot Apaixonado". Entre outras, um fato super interessante e intrigante do Noel foi sua disputa com o compositor Wilson Batista, que com uma música que proclamava seu orgulho em ser vadio e boêmio, recebeu resposta de Noel e assim por diante, onde Nessa "Briga" saíram perolas da nossa música, como "Feitiço da Vila" e "Palpite Infeliz". Deixo pra finalizar um video explicativo dessa "Briga" onde parece que a final os dois já viram amigos e quem sai ganhando é a Música Brasileira, e uma materia da Globo do Noel Rosa.





4 comentarios:

Felipe Braga disse...
11 de junho de 2009 17:15

Muito legal o blog! Interativo e informativo!
Estou te seguindo.
Parabéns.

Daniela Rocha disse...
12 de junho de 2009 14:40

Oi Kleber, Noel é vida... samba é vida.
Bom pra ouvir nos botecos da noite.. rsrs.
Post interessante, ja desconfiava que os melhores, em sua maioria, são os mais polêmicos.

Beijão

priscila maria disse...
12 de junho de 2009 17:33

Klebinhooooooooo!!!

Tow sumida daki neh???
desculpaaaaaaaaaaaaaaa eh q tow sem tempo pra nadaaaaaaaaaa...

fim de periodo eh fogo!!!
¬¬

eiiiiiiiiiii...
adouuuuuuurooooooooo exa musica "com q roupa"!!!

hahahahahahahhaha =DD

Noel eh mto massa!!!

E chico entaum...
nem se fala...

amooooooooooo!!!

=******** lindãoooooooo!!!!

Priuuu =DD

Lu Mascari disse...
26 de junho de 2009 01:51

Perr......... nem serviu o texto que eu passei, rsrsrs Mas tudo bem, tá bem resumidinho :)

Beijoca!